Logo FRIGGA

Singapura é a cidade mais inteligente do mundo de acordo com o Índice IMD Smart Cities



Publicado pela escola suíça IMD Business School e pela Universidade de Tecnologia e Design de Singapura, o índice classificou as cidades em termos de quão "inteligentes" elas são, o que, nesse caso, foi definido como um ambiente urbano que aplica a tecnologia para aumentar os benefícios e diminuir as deficiências da urbanização.


As conclusões da pesquisa foram derivadas das percepções dos cidadãos da cidade, com 120 moradores de cada cidade pesquisados ​​sobre suas concepções de dois pilares: Estrutura, que se referem à infraestrutura existente na cidade; e Tecnologia, que se refere às provisões e serviços tecnológicos disponíveis para os residentes.


Sob cada pilar, a pesquisa também analisou as categorias de saúde e segurança, mobilidade, atividades, oportunidades e governança - cada uma delas dividida em indicadores menores.


Christos Cabolis, economista-chefe do Centro de Competitividade da IMD Business School, disse ao The Straits Times: “Singapura liderou o ranking porque está tendo um excelente desempenho no fornecimento de infraestrutura de alta qualidade nas áreas em que estudamos, enquanto ao mesmo tempo tempo adota tecnologias de maneira eficiente para melhorar a vida dos cidadãos”.


Singapura é apenas uma das 2 cidades asiáticas entre as 10 melhores entre 102 cidades avaliadas. Taipei é a outra, no 7º lugar.


Este é o ranking das cidades mais inteligentes segundo a pesquisa:


1. Singapura

2. Zurich, Suiça

3. Oslo, Noruega

4. Genebra, Suiça

5. Copenhagen, Dinamarca

6. Auckland, Nova Zelândia

7. Taipei, Taiwan

8. Helsinki, Finlandia

9. Bilbao, Espanha

10. Dusseldorf, Alemanha


Para Singapura, as questões de habitação a preços acessíveis, emprego, desemprego e transporte público foram as áreas de maior prioridade.


Ng Chee Khern, Secretário Permanente (Nação Inteligente e Governo Digital), disse que o índice é útil para os formuladores de políticas direcionarem seu trabalho para o que mais beneficiaria cidadãos e empresas.


Ele disse: "Outros índices focaram principalmente na opinião de especialistas sobre o quão bem a tecnologia é usada, em vez de como os cidadãos sentem ou não sentem que a tecnologia os está beneficiando. Para Singapura, nossa abordagem para a construção de uma nação inteligente sempre foi extremamente cidadã e focado nos negócios para ajudar a tornar Singapura um lugar melhor para trabalhar, viver e se divertir”.


(Fonte: Straitstimes)

14 visualizações

Posts recentes

Ver tudo
Logo FRIGGA

por FRIGGA